Uma pesquisa feita em quatro capitais revela que em São Paulo, a maioria dos motoristas (38%) perde até três horas nos congestionamentos. Em Porto Alegre (45%) e em Belo Horizonte, (44%), uma hora. E no Rio, o trânsito encurta o dia em duas horas das pessoas ao volante (53%).
Em São Paulo, dia 10/06/09 o congestionamento chegou a quase 300km. E teve um ciclista que não precisou ser Nostradamus para prever a um ano atrás que isso iria acontecer. (foto ao lado)

“Tem que ter Deus no coração! Só assim. Muita paciência”, comenta uma motorista.. Tem mesmo que ter paciência e esperar que um dia alguém resolva o problema por nós? Ou temos que cobrar de nossos governantes que mudem a forma de encarar o problema? Para se ter uma idéia foram gastos R$372 milhões de reais para construir 300km de ciclovias em Bogotá, aqui em São Paulo foram gastos 260 milhões de reais para construir uma única ponte, a Estaiada, da onde inclusive foi tirada a foto acima.

Já em outros países onde os investimentos não estão cegamente focados na construção paliativa de pontes, viadutos e túneis, é cada vez maior o número de cidades que estimulam o uso de bicicletas como meio de transporte. Paris, Amsterdã, Londres, Oslo, Berlim, Barcelona, Bogotá e Pequim seguiram esse caminho.

Assita este vídeo e entenda porque a bicicleta é das soluções efetivas para os engarrafamentos nas cidades.

Crédito foto: Thiago Benicchio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.