Fiz uma uma pesquisa sobre o que fazer em caso de queimadura com água-viva, que virou assunto de praia neste verão. O resultado é o seguinte:

Segundo um estudo publicado pelo Medical Journal of Australia descobriu que remover os tentáculos deixados pela água-viva e depois passar vinagre comercial ou ácido acético, seu ingrediente crucial, na área queimada pode aliviar a dor e “rapidamente” impedir a liberação de mais veneno. Existem vários métodos de tratamento, e muitos deles podem fazer mais mal do que bem. Muitos dos métodos que não funcionam são também os mais conhecidos: passar álcool, amônia, amaciador de carne e até mesmo urina que, ao contrário da sabedoria popular, muitas vezes não é tão ácida. Segue o passo a passo:

1- Não esfregar o local e nem banhá-lo com água doce, segundo a professora de zoologia da Universidade Federal do Paraná, Maria Angélica Haddad a água doce por possuir salinidade menor que a água do mar, aumenta o estouro dos nematocistos (cápsulas intracelulares), que provocam a queimadura.

2- Molhar com vinagre, por cerca de 5 a 10 minutos e alterne com água do mar por 2 a 3 vezes. O vinagre desativa os nematocistos ainda íntegros e neutraliza a peçonha. Retirar os tentáculos suavemente, levantando-os com a mão coberta por uma luva ou pinça.

3- Procure imediatamente um atendimento médico.

Fontes:
Agência Estadual de Notícias do Paraná
Último Segundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *