Os moradores da cidade de São Paulo  enfrentam todos os dias grandes problemas com trânsito caótico nas ruas, juntamente com as assustadoras filas para acesso de trens, mêtros , ônibus e etc.  Diante a esse cenário, muitas pessoas tentam se livrar desse estresse com a fiel companheira, a bicicleta.

A primeira vista parece uma fácil solução para este problema, mas que nas ruas não se torna tão fácil assim. Isso porque a cidade não oferece nenhum tipo de infraestrutara para esses “bravos ciclistas” que tem de enfentar  vias esburacadas, sinalização precária, alta velocidade dos carros e também xingamentos de motoristas sem educação.

Atualmente São Paulo tem 11 milhões de habitantes, e para esse grande número de pessoas existem apenas 35 km de vias exclusivas para ciclistas e nenhum quilômetro de ciclofaixa permanente. Um insulto a Lei nº10.907 de 18 de dezembro de  1990, que exige em qualquer nova avenida, túnel ou ponte uma via para bicicletas. Segundo dados da TCurbes, único escritório de arquitetura brasileiro que trabalha para democratização da cidade, informa que numa via movimentada podem passar em média 2000 pessoas de carro, 9000 de ônbus e 18000 pessoas de bicicleta.

A bicicleta oferece mobilidade, economia, liberdade, contato com o ar-livre, é considerada a melhor máquina criada pelo homem e é ela a ferramenta que vai salvar o mundo, segundo os cicloativistas entrevistados no vídeo.

O vídeo abaixo foi muito bem feito por alunos do Metodista, exemplificando a falta da infraestrutura para os ciclistas da cidade, assistam e reflitam sobre este grave problema.

Fonte: Tv Uol, Ciclocidade

One Reply to “A Falta de Infraestrutura para Bicicletas em São Paulo”

  • A melhor máquina criada pelo homem eu não sei, mas certamente é show de bola. Agradeço à equipe deste blog pelos inúmeros dados sobre bicicletas nas cidades e pelo ótimo texto dos posts. Me deu vontade de convidar meu irmão para dar uma voltinha de bike comigo já.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *